Portal EMKT - Tudo sobre email marketing

Pop-up newsletters aumentam o engajamento do email marketing ao atingir p√ļblicos de nicho

Ol√°, tudo bem?
Os termos pop-up newsletter e short-run newsletter v√™m sendo usados para definir um tipo de email marketing informativo que √© voltado para um assunto muito espec√≠fico, podendo cobrir desde um t√≥pico tempor√°rio, como uma s√©rie de TV ‚Äď e cuja sequ√™ncia de emails tamb√©m tem data de in√≠cio e de t√©rmino ‚Äď a um tema permanente.
As incríveis pop-up newsletters do The New York Times
O The New York Times , por exemplo, tem as suas newsletters regulares de notícias e atualidades do mundo, mas também tem uma newsletter chamada Summer in the City, com ideias de coisas pra fazer em Nova Iorque no fim de semana.
Em 2020, durante a quarentena, uma outra newsletter do TNYT ganhou destaque: At Home, com matérias sobre lifestyle e ideias de como passar tempo de qualidade dentro de casa - pois pandemia.
O TNYT passou a investir mais nas pop-up newsletters em 2017, quando viu sua recém-criada newsletter sobre a série Game of Thrones atingir a marca impressionante de 61.000 inscritos em apenas três semanas. Hoje, eles oferecem muitas outras newsletters de nicho, tanto permanentes quanto temporárias (que têm data certa para o fim de seu ciclo).
A vanguarda da monetização do email marketing
Anteriormente, conversamos um pouco sobre o potencial das newsletters pagas, que trazem assuntos t√£o relevantes e interessantes para um grupo de pessoas que elas estariam dispostas a pagar para receb√™-las. Bem, as pop-up newsletters s√£o exemplos perfeitos desse tipo de conte√ļdo de nicho com alto potencial para ser monetizado.
Conte√ļdos de nicho
A pop-up newsletter √© uma solu√ß√£o interessante n√£o s√≥ para neg√≥cios que t√™m conte√ļdos sobre muitos temas que despertam o interesse de p√ļblicos muito diversos ‚Äď e que, se disserem tudo num √ļnico email, ele ficar√° longo e chato ‚Äď, mas tamb√©m para neg√≥cios j√° de nicho, que podem aproveitar janelas de oportunidades para se aprofundar na discuss√£o sobre um tema surgido na sociedade.
Em vez do remetente enviar apenas uma mesma newsletter "resumão de tudo" pra todos os seus inscritos, pode criar outras newsletters mais breves para tratar de cada assunto específico.
Com a proximidade das Olimp√≠adas, por exemplo, alguns remetentes de diversos segmentos de neg√≥cios est√£o se movimentando para criar pop-up newsletters que falam especificamente sobre os jogos ol√≠mpicos, que pode ser tanto coment√°rios sobre o desempenho f√≠sico dos atletas como an√°lises subjetivas de posicionamentos sociais, pol√≠ticos e econ√īmicos envolvidos nas competi√ß√Ķes.
Perceba como um √ļnico evento ou tema suscita discuss√Ķes muito diversas, interessantes a p√ļblicos tamb√©m diversos.
Voltando ao exemplo das Olimp√≠adas, eu n√£o teria interesse em receber emails que falam dos resultados das competi√ß√Ķes, quadros de medalhas, placares etc. Mas eu certamente gostaria de receber uma newsletter que falasse sobre a alimenta√ß√£o dos atletas. Dentro desse subtema, √© poss√≠vel abordar as refei√ß√Ķes pr√© e p√≥s-treinos, discuss√Ķes acerca do consumo de prote√≠nas vegetais e animais, alimentos que aceleram a recupera√ß√£o muscular e muitos outros assuntos.
Para falar sobre os jogos ol√≠mpicos, n√£o √© preciso ter um correspondente l√° no Jap√£o que transmita informa√ß√Ķes exclusivas. Basta fazer an√°lises criteriosas sobre as mesmas informa√ß√Ķes que todo o mundo vai receber de qualquer maneira, mas estabelecendo comparativos e argumenta√ß√Ķes dentro do contexto em que seu p√ļblico est√° inserido.
Isso √© transformar em uma discuss√£o particular a mesma not√≠cia que todos os ve√≠culos v√£o mostrar, trazendo propostas de reflex√£o que seu p√ļblico n√£o encontrar√° em outros lugares.
Engajamento do email marketing nas alturas
Isso não parece ser muito legal?! Mas não é só isso. Quanto mais "nichado" é o email marketing, maior é o seu engajamento.
Antes do sucesso da newsletter do Game of Thrones enviada pelo TNYT, eles já haviam experimentado o potencial da pop-up newsletter ao enviar, naquele mesmo ano, uma série de emails sobre a participação dos EUA na Guerra do Vietnã. Pois a newsletter intitulada Vietnam '67 teve o percentual de aberturas mais alto dentre todas as demais 50 newsletters enviadas pelo Times: 80%.
Assim, encaramos o fato de que conte√ļdo relevante no email marketing √© fundamental para ter mais engajamentos e, consequentemente, melhor reputa√ß√£o de remetente ‚Äď que leva a entregas cada vez melhores.
Isso sim, é MUITO legal.
Leia no Portal EMKT
21 formas de aumentar o mailing de email marketing
Como obter novos cadastros de pessoas ‚Äď tanto para aumentar um mailing que voc√™ j√° tem quanto para construir um mailing do zero, caso voc√™ esteja iniciando um novo projeto. Correr l√° pra ler!
Dicona rapidex de email marketing
Como enviar email marketing com vídeo
N√£o d√°. ūüėĘ
O √ļnico programa de email que exibe v√≠deo dentro da mensagem, de forma que as pessoas possam dar play e assistir ao v√≠deo dentro do pr√≥prio email, √© o Apple Mail (do iOS, iPadOS MacOS). Nos demais programas de email mais utilizados no Brasil, a parte do email marketing com o v√≠deo ficaria ou com um quadro preto do tamanho do player do v√≠deo que teria ali ou n√£o teria nada mesmo.
O formato tradicional do email marketing √© HTML. Para inserir v√≠deos num HTML, pode-ser usar as tags embed, object, iframe ou video, esta √ļltima sendo a mais comum por ser da vers√£o mais recente do HTML, o HTML5. A tag iframe tamb√©m √© bastante usada para inserir v√≠deos que est√£o no Youtube ou no Vimeo.
A grande lástima é que a maioria dos programas de email não suporta nenhuma dessas tags, por isso quando HTML do email marketing tiver um vídeo inserido de qualquer dessas maneiras, ele não será exibido. Como cada programa de email tem seu próprio jeito de interpretar HTML, existem diferenças no modo de exibição de um mesmo email em diferentes programas.
√Č por isso que um email marketing com v√≠deo vai funcionar no Mail do iPhone, mas n√£o vai funcionar no webmail do Terra, por exemplo. Quando alguns programas de email encontrarem uma dessas tags no HTML do email marketing, eles podem:
‚ÄĘ remover a tag por inteiro, e a √°rea em que o v√≠deo seria exibido fica sem nada;
‚ÄĘ manter a tag mas bloquear a exibi√ß√£o do v√≠deo, mostrando um quadro est√°tico branco ou preto do tamanho do player do v√≠deo;
‚ÄĘ mostrar apenas um √≠cone de erro no lugar do v√≠deo, como se ali estivesse uma imagem "quebrada", com endere√ßo errado.
S√£o v√°rios comportamentos diferentes, todos tristes.
A melhor maneira de mostrar um vídeo dentro do email marketing é usando uma imagem que simula a aparência de um vídeo, como um printscreen do player, por exemplo, com um ícone de play no centro. Mas essa imagem precisa ter um link que leva o destinatário para a página web onde está o vídeo de verdade.
H√° quem goste de usar um GIF animado para essa imagem, com um pedacinho do v√≠deo em repeti√ß√£o ‚Äď como s√£o as thumbnails do Youtube, mas √© preciso lembrar que vers√Ķes antigas do Outlook desktop (de 2007 a 2017) n√£o suportam GIF animado, exibindo apenas o primeiro frame da anima√ß√£o como imagem est√°tica.
Sai um pouco desse computador, jovem
Aqui é onde eu indico livros, séries, filmes e outras coisas com que me deparei esses dias e achei legal contar pra você:
Hit Makers: Como nascem as tendências
At√© mesmo a mais brilhante das ideias cai no esquecimento se n√£o encontrar sua rede, e os consumidores mais importantes n√£o s√£o os primeiros usu√°rios mas sim seus amigos, seguidores e imitadores ‚Äď a audi√™ncia da sua audi√™ncia.
ūüõí veja na amazon
Talvez você também goste
Todos sabemos qual é nossa cor favorita, a comida e a série de que mais gostamos. Mas o que quer dizer gostar de algo? Como decidimos o que é bom? Este livro mergulha na psicologia, nas estratégias de marketing e na neurociência para responder a essas fascinantes e complexas perguntas.
ūüõí veja na amazon
Esses dois livros se complementam pois ambos tratam de tentar responder por que gostamos do que gostamos, o que faz algo se tornar viral e como prever do qu√™ as pessoas v√£o gostar. Ambos apresentam diversos estudos e refer√™ncias - com as devidas fontes citadas - para embasar seus conceitos. Achei interessante l√™-los sob a nossa √≥tica de email marketing, tanto para criar campanhas de que as pessoas v√£o gostar quanto para saber como recomendar produtos, como em emails transacionais e em promocionais com sugest√Ķes de cross-sell e up-sell.
Radioactive
Marie Curie foi sensacional. Pesquisadora f√≠sica e qu√≠mica, iniciou as investiga√ß√Ķes sobre radioatividade (termo criado por ela, inclusive), descobriu os elementos Pol√īnio e R√°dio e ganhou dois pr√™mios Nobel cient√≠ficos. O filme Radioactive usa uma aura moderna para retratar parte da biografia dessa mulher maravilhosa. Assista na Netlix.
E é isso, neam
Juliana Padron do Portal EMKT
Esta é uma newsletter semanal do Portal EMKT sobre email marketing. O portal EMKT é mantido pela Templateria, uma pequena empresa de duas pessoas.