Portal EMKT - Tudo sobre email marketing

Evergreen newsletters: chega de criar conte√ļdos ef√™meros e que nem todo mundo recebe.

Ol√°, tudo bem?
O termo evergreen newsletter vem de evergreen tree ūüĆ≤ (√°rvore persistente ou perene), que √© uma planta que mant√©m suas folhagens verdes durante todo o ano.
Assim como esse tipo de planta √© "funcional" o tempo inteiro, sem perder suas folhas nas esta√ß√Ķes frias ou secas, a evergreen newsletter √© o tipo de email cujo conte√ļdo √© √ļtil sempre, quer tenha sido enviado hoje ou v√° ser enviado no ano que vem.
Basicamente, newsletters de nutrição
Muita gente também chama esse tipo de emails de nurturing emails ou emails de nutrição e, para funcionarem direitinho, dependem do uso de uma plataforma de envios que tenha o recurso de automação. Os emails de nutrição geralmente têm objetivo de venda de algum produto ou serviço, mas o mesmo conceito pode ser aplicado aos emails informativos - as newsletters - e, daí, temos uma newsletter de nutrição.
Você conhece clubes de assinaturas de livros, como a Tag, por exemplo? Se você assinar hoje, vai passar a receber os livros a partir da edição desse mês, mas não receberá os livros que já foram enviados nos meses anteriores.
J√° as evergreen newsletters s√£o as newsletters que todo mundo que se inscreve, n√£o importa quando, pode ter todas as edi√ß√Ķes, desde a primeira. Yay!
Broadcast newsletters x evergreen newsletters
Para quem envia newsletters, como eu, acontece o seguinte: eu comecei a enviar newsletters sobre email marketing em meados de junho desse ano. Nessa época, meu mailing tinha X pessoas. Desde então, eu enviei três newsletters. Essa que você lê é a quarta edição. Você, talvez, seja uma dessas pessoas que receberam desde a primeira newsletter, mas pode ser também que você tenha chegado agora no meu mailing e, por isso, essa deve ser a primeira newsletter que te mando.
Como email marketing √© um assunto atemporal, ou seja, n√£o √© algo que amanh√£ estar√° irrelevante (assim espero), seria interessante pra voc√™, que s√≥ est√° recebendo essa quarta edi√ß√£o, ter acesso √†s newsletters anteriores para saber o que a gente j√° falou por aqui, pois s√£o assuntos que lhe podem ser √ļteis em qualquer tempo.
ūüóĄ agora voc√™ pode, porque eu criei um arquivo de newsletters. n√£o contavam com minha ast√ļcia!
Se eu me cadastrar hoje na newsletter do Valor Econ√īmico, faz sentido que eu passe a receber os emails que eles enviam a partir de hoje, com os acontecimentos pol√≠ticos e econ√īmicos de hoje. Mas n√£o faz sentido eles me enviarem seus emails anteriores, pois eles estar√£o falando sobre assuntos que muito provavelmente j√° mudaram - n√£o √© muito √ļtil eu saber quanto estava a Selic h√° duas semanas se ela j√° tiver mudado depois disso, certo?
Alguns profissionais chamam esse tipo de emails - o mesmo email enviado para todo o mailing de uma vez - de broadcast newsletter. As broadcast newsletters, portanto, s√£o o contr√°rio das evergreen newsletters, que s√£o enviadas no tempo de cada pessoa.
Agora pense num tema como minimalismo, por exemplo. Voc√™ leu sobre isso em algum lugar, achou interessante, encontrou um blog de conte√ļdos sobre minimalismo e se cadastrou para receber a newsletter. Os temas abordados pelo minimalismo geralmente s√£o os mesmos: como reduzir os objetos das crian√ßas, como ter uma rotina de limpeza mais simples para a casa, reflex√Ķes sobre quantos recursos estamos desperdi√ßando etc.
Se você lesse um post naquele blog sobre um desses assuntos e só no final visse que ele foi escrito há 3 anos, não faria muita diferença, pois as dicas são consistentes e válidas ainda hoje.
A ideia da evergreen newsletter √© exatamente essa: oferecer conte√ļdos atemporais para sua audi√™ncia, que independentemente dos cen√°rios atuais - sociais, econ√īmicos, pol√≠ticos etc - continuam relevantes e s√£o entregues individualmente para cada pessoa, desde o in√≠cio da s√©rie.
O grande pulo do gato, ent√£o, √© permitir que todas as pessoas inscritas no seu mailing recebam as newsletters desde a n√ļmero um. Isso faz com que cada pessoa esteja num ciclo diferente de alimenta√ß√£o de conte√ļdo. Da√≠ a import√Ęncia das newsletters falarem sobre temas atemporais, porque uma vez lan√ßado o seu projeto, as pessoas v√£o estar continuamente entrando para seu mailing, recebendo as newsletters desde a n√ļmero 1.
Isso já acontece com os emails de nutrição que comentei anteriormente, muito mais usados com objetivos de venda de um produto ou serviço.
Rápida explicação sobre os emails de nutrição para venda
Vamos supor que você acesse agora o site de uma empresa que vende um software para trabalhos de SEO (otimização de sites para mecanismos de buscas), por exemplo. Você gosta do que vê e se cadastra no mailing da empresa.
Se a empresa fizer a√ß√Ķes de nutri√ß√£o de leads por email, muito provavelmente, voc√™ vai receber um email marketing de boas vindas imediatamente ap√≥s o seu cadastro no site. Amanh√£, voc√™ vai receber um email que explica porqu√™ √© importante monitorar o desempenho do seu site no Google. Depois de amanh√£, receber√° um email marketing com dicas de como melhorar rapidamente o posicionamento de um post de blog.
E assim por diante, a empresa pode enviar uma s√©rie de X emails que v√£o te nutrindo de informa√ß√Ķes, com o objetivo de te convencer sobre quanto √© importante que voc√™ use o software dela. Dependendo da estrat√©gia escolhida, os emails de nutri√ß√£o podem parar de ser enviados ap√≥s um tempo ou podem ser enviados novamente desde o in√≠cio, ap√≥s o √ļltimo da s√©rie, s√≥ parando quando a pessoa se descadastrar ou comprar o produto. Isso √© diferente de r√©gua de email marketing, um assunto pra outra newsletter.
Os emails de nutri√ß√£o de leads, portanto, t√™m come√ßo, meio e fim, ou seja, existe uma defini√ß√£o de qual √© o primeiro e qual √© o √ļltimo email da s√©rie. J√° as evergreen newsletters n√£o t√™m um fim - a n√£o ser quando voc√™ quiser parar de escrever conte√ļdo.
Do quê você precisa para enviar evergreen newsletters
Para enviar evergreen newsletters você precisa, basicamente, de 3 coisas:
> um assunto que seja perene, ou seja, que ser√° relevante para quem receb√™-lo hoje ou no ano que vem. Temas como maternidade, sa√ļde f√≠sica e mental, bem-estar, cultura e hist√≥ria t√™m conte√ļdo para √≥timas e duradouras evergreen newsletters.
> planejamento das edi√ß√Ķes e conte√ļdos dos emails. Ex.: newsletter de boas vindas, newsletter #1, newsletter #2 etc.
> uma plataforma de envios que tenha o recurso de automação de emails.
Vamos supor que você pretende enviar newsletters toda semana. Dependendo do tempo que você tiver disponível, pode preparar 12 newsletters, ou seja, quase 3 meses de envios. Se você fosse fazer aquela evergreen newsletter sobre minimalismo, poderia escrever esta sequência de emails:
> Email #1: Primeiras mudanças que você pode fazer hoje
> Email #2: Como destralhar um c√īmodo por vez de casa
> Email #3: A lista de produtos de limpeza da pessoa minimalista
> Email #4: 50 objetos que você pode remover no final de semana
Pronto, voc√™ j√° tem newsletters para um m√™s! Claro, s√≥ depois de escrever o conte√ļdo de cada t√≥pico. ūü§≠
Então, na área de automação da plataforma de envios, é só cadastrar as newsletters prontas e definir as regras de envio para o mailing, conforme o que o sistema permitir. A questão é que a plataforma vai começar a enviar as newsletters sempre a partir do email #1, para cada pessoa que entrar naquele mailing, a qualquer tempo enquanto a automação estiver ativa.
Então, em certo momento, você vai estar produzindo o email #50 e vai ter gente que irá recebê-lo naquela semana mesmo, enquanto outras pessoas vão estar recebendo o email #2 ou #34 ou #27 etc. Ninguém recebe tudo de uma vez, apenas um email por semana - ou na frequência que você especificar.
Vantagens de ter uma evergreen newsletter ou newsletter de nutrição
Ter uma newsletter que se envia sozinha para sua audiência é só sucesso:
> Voc√™ sabe que todo mundo vai receber seus conte√ļdos desde o in√≠cio, o que te permite organizar coisas legais como minicursos por email, tutoriais, s√©ries de entrevistas, conte√ļdos liter√°rios, listas de dicas, reflex√Ķes etc.
> Voc√™ pode criar os conte√ļdos dos emails com anteced√™ncia e deixar todos j√° preparados para o envio na plataforma. Isso poupa tempo, j√° que voc√™ n√£o precisar√° parar toda semana pra fazer aquela newsletter exclusiva.
> O item acima deixa implícito que, especialmente pequenes empreendedories, podem até sair de férias ou ter imprevistos, mas as newsletters continuarão sendo enviadas em dia.
> Voc√™ pode facilmente tornar-se refer√™ncia naquele assunto tratado pela sua newsletter pois vai oferecer aos seus assinantes uma verdadeira biblioteca - ou emailioteca ūü§™ - sobre isso, que ficar√° armazenada com as pessoas e dispon√≠vel para busca a qualquer momento em seus programas de email.
> Ao entregar conte√ļdos ricos e perenes por email, desde o #1, voc√™ nem precisa de um site ou de um blog que os armazene, caso todo o conte√ļdo seja escrito no pr√≥prio email. Existem muitas newsletters de sucesso que s√≥ t√™m conte√ļdo entregue por email mesmo, n√£o tendo um site que os reproduza.
> Elas causam uma boa impress√£o nos assinantes, especialmente porque voc√™ pode fazer uma abordagem de boas vindas e criar as conversas de cada email como uma sequ√™ncia l√≥gica de comunica√ß√£o, fazendo com que a intimidade e o relacionamento entre sua marca e o p√ļblico cres√ßa organicamente, como uma amizade.
N√£o √© lindo demais? ūüíú
Leia no Portal EMKT
Como integrar email marketing e Whatsapp?
Uma vez me perguntaram se era possível enviar um email marketing pelo WhatsApp. Confesso que minha primeira reação foi pensar numa expressão muito erudita que meu pai costuma usar: "mas o que tem a ver o c* com as calças?". Ainda bem que refleti melhor depois, porque percebi que essa é realmente uma boa pergunta e que não apenas é super possível compartilhar um email marketing no WhatsApp, mas que também existem alguns detalhes bem interessantes nesse processo. Correr lá pra ler!
Sai um pouco desse computador, jovem
Aqui é onde eu indico livros, séries, filmes e outras coisas com que me deparei esses dias e achei legal contar pra você:
Livro HTML e CSS: projete e construa websites
Se você precisa se familiarizar com HTML e CSS, que são as bases para criar templates de email marketing, recomendo muito esse livro. Super didático, colorido e com linguagem bem tranquila de acompanhar. O botão abaixo te leva para a versão em português, mas tem a versão em inglês também, caso prefira.
ūüõí veja na amazon
Difusor de óleo essencial para aromaterapia
Eu sou a versão millennial do jovem místico, o que significa (também) o uso massivo de óleos essenciais: lavanda pra dormir melhor, hortelã-pimenta pra se concentrar no trabalho, eucalipto pra rinite... e em vez de ficar pingando gotas na roupa, achei esse difusor maravilhoso. A virginiana-pisciana pira.
ūüõí veja na amazon
Série The Bold Type
Acompanha as vidas de três garotas trabalhando na revista feminina Scarlet. Quando adolescente, eu amava a revista Capricho, e escrevia nas minhas agendas e no meu fanzine do Green Day me achando *A Colunista de Sucesso* inspirada nos editoriais e nas matérias, então super me vi nessa série.
E é isso, neam
Juliana Padron do Portal EMKT
Esta é uma newsletter semanal do Portal EMKT sobre email marketing. O portal EMKT é mantido pela Templateria, uma pequena empresa de duas pessoas.